posts

Por iniciativa da Associação Neotrentina de Turismo (Neotur) começou semana passada e será concluído na próxima, no restaurante do Centro de Espiritualidade Imaculada Conceição (CEIC), um curso de culinária, em três módulos, com nove horas no total, ministrado pelos chefes de cozinha Aloísio Dalri, Francisco Bottamedi e Tamires Montibeller Orsi.

O objetivo maior, diz o presidente da Neotur, André Orsi, é elevar o nível da gastronomia neotrentina, de forma que ofereça mais variedade, qualidade e um pouco mais de sofisticação, agregando mais valor, condições que podem ser dadas com a introdução do chamado sistema empratado, em que os restaurantes oferecem ao consumidor a opção de pedir pratos especiais, feitos na hora, servindo-se de cardápio com suas descrições. A novidade se contrapõe ao que acontece hoje, em que a totalidade dos restaurantes só usa o sistema de bufê.

¯
O CURSO FOI DIVIDIDO EM TRÊS MÓDULOS, CADA UM COM PARTICIPAÇÃO LIMITADA DE 18 PESSOAS, TODAS ELAS LIGADAS A EMPRESAS ASSOCIADAS DA NEOTUR E DIRETA OU INDIRETAMENTE ATUANTES NO SEGMENTO TURÍSTICO
¯

   O primeiro modulo, realizado dias 1º e 2 deste mês, foi de aulas de antepasto (entradas) e caldos. O segundo, anteontem e ontem, 9, trve como enfoque as massas e risotos. O terceiro será ministrado nos dias 15 e 16, e o tema  como melhor preparar tortas e sobremesas.

Uma das novidades no curso é o uso massivo de ingredientes locais no preparo das entradas, caldos, massas, risotos, tortas e sobremesas, destacando-se o cogumelo porcini,  o vinho tinto colonial e queijos artesanais.

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome