posts

Através de comunicado oficial, a empresa João Maria Dias Saneamentos, de Pedras Grandes, no sul de Santa Catarina, informou ao Samae de Nova Trento de sua desistência do projeto de elaboração do novo sistema de abastecimento de água, que envolve a nova estação de tratamento (ETA 3), na localidade de Frederico.

A empresa, que foi vencedora do processo licitatório 08/2017, havia iniciado os trabalhos em outubro do ano passado e já tinha feito as análises de água, com laudos técnicos. Como motivo da desistência ela alegou investimento considerável para o início dos trabalhos através de diversas viagens a Nova Trento, exames das amostras coletadas e a contratação de terceiros para a elaboração de laudos.

Diante do comunicado, o Samae decidiu pela rescisão do contrato e, por orientação da assessoria jurídica, fez a chamada da empresa que ficou em segundo lugar na licitação, visando dar continuidade no projeto. Como esta respondeu que não tinha mais interesse, a licitação foi finalizada.

Impasse 

Diante da situação, a direção do Samae, juntamente com seus auxiliares técnicos, já foram conhecer outras formas de estação de tratamento de água, como a ETA compacta da localidade de Limeira em Brusque, que é feita totalmente de metal.

Ainda não foi escolhido o tipo melhor de estação, pois há controvérsias quanto à funcionalidade, custo operacional, manutenção futura e financiamento para construção, entre outras variantes. O diretor da autarquia, Ivã Franzoi, quer que a futura estação “seja a melhor possível” e que existe a possibilidade de que a licitação do projeto saia apenas no começo de 2018, mas ainda não há uma decisão definitiva sobre isso.

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome