Findo o prazo, dia 13, surpreendentemente não apareceram empresas de engenharia e arquitetura interessadas na licitação que teve como objeto a elaboração dos projetos hidráulico, sanitário, elétrico, de prevenção de incêndio e gases do Hospital Imaculada Conceição. Só após a contratação destes projetos é que será iniciada a construção da nova ala de internação, de 906 metros quadrados de área construída, cujo projeto já está aprovado pela Vigilância Sanitária do Estado. Diante disso a Prefeitura pode contratar uma empresa que atenda às mesmas condições do edital, com dispensa de licitação, ou fazer outra licitação. Ainda não há uma decisão.

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome