posts
Embaixador Carlo Krieger. Foto: Imprensa Udesc

Moradores de Nova Trento e região – muitos sem saber ainda da novidade – podem se tornar cidadãos de Luxemburgo, um pequeno e rico país europeu com cerca de 600 mil habitantes, de onde partiram, em 1828, algumas centenas de imigrantes alemães com destino a Santa Catarina, estabelecendo-se inicialmente no hoje município de São Pedro de Alcântara, até recentemente chamado Colônia de São Pedro de Alcântara, um distrito de São José.

A região de onde os imigrantes partiram ao Brasil se transformou no agora grão-ducado de Luxemburgo, cujo governo está estimulando seus descendentes a obter a cidadania. São cerca de 3 mil pessoas em Santa Catarina, das quais algumas dezenas radicadas nos municípios da Grande Florianópolis.

Em Nova Trento, há possíveis famílias que podem requisitar a cidadania – o prazo para tal termina em dezembro. Para tanto, é preciso reunir documentos que comprovem a descendência. Alguns possíveis sobrenomes que podem ser de Luxemburgo são Kammers, Koerich, Steil, Mayer, Meier, Olinger,  Wilvert, Reuter, Weber, Feltz, entre outros.

A quase “descoberta” recente de que havia descendentes de luxemburgueses em Santa Catarina, e que podem obter a cidadania daquele país, foi o motivo principal que trouxe ao Estado, há duas semanas, o embaixador Carlo Krieger e o cônsul Jan Eichbaum, que além de Florianópolis, Palhoça e São Pedro de Alcântara, também estiveram em Angelina e Major Gercino.

Os dois diplomatas acenaram, nas visitas, a possibilidade de Luxemburgo abrir um consulado geral, com sede em Florianópolis e jurisdição para os estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul e, assim, intensificar as relações diplomáticas e ações delas decorrentes, como a realização de negócios e intercâmbios.

Breve história 

O início da presença de luxemburgueses em Santa Catarina coincide, ou se mistura, com a imigração alemã, austríaca e polonesa, entre outras, a partir do ano de 1828, quando foi fundada a Colônia de São Pedro de Alcântara, vizinha ao município de São José.

Dali, os  foram europeus foram migrando para outras regiões próximas. Entre 1907 e 1913, chegaram a Anitápolis e a Nova Trento, com a criação do núcleo colonial Esteves Júnior, pelo Ministério da Agricultura, estabelecendo-se na localidade chamada Boitexburgo, que é vizinho do distrito de Aguti, que mais tarde passou a integrar o município de Major Gercino.

Consulado presta ajuda

Carlo Krieger é o primeiro embaixador do país no Brasil, tendo sido nomeado em 1º de março de 2017. Com extensa atuação na área diplomática, já ocupou o mesmo cargo na Rússia e na China e foi chefe de missão da embaixada luxemburguesa nos Estados Unidos, Canadá e México.

Além da embaixada brasileira, localizada em Brasília, o corpo diplomático de Luxemburgo conta com um consulado geral, em São Paulo, e outros três honorários, em Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte.

Como obter informações 

O consulado dá suporte para os descendentes de luxemburgueses entrarem com pedidos de processo da cidadania, emissão de passaporte, emissão dos certificados de nacionalidade e/ou descendência, legalização de documentos, ou solicitar informações. Clique aqui para acessar o site oficial.

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome