posts

A noite de ontem e início da madrugada desta quarta-feira, 11 de julho, foi atipicamente violenta em Nova Trento, quando um homem entrou em confronto com a Polícia Militar, que foi atender uma denúncia de agressão.

 

Os fatos aconteceram na rua Tereza Sartori Gandin, 27, no bairro Velha, a partir das 23h, onde a Polícia Militar foi chamada para tentar impedir a continuidade de agressões que estavam sendo cometidas por Carlos Eduardo Kepka, de 23 anos, supervisor de obras, natural de São João Batista, contra seu irmão, de 15 anos.

 

Carlos tinha ateado foto em viatura da PM em 2016. Foto: PM

As agressões resultaram em escoriações na cabeça e ombro, feitas por uma barra de ferro. Diante da agressão, o menor agredido solicitou auxílio policial.

 

Quando da chegada da guarnição PM o agressor se armou com um facão com lâmina de grande porte e investiu incisivamente contra o soldado PM  que, para se proteger viu-se obrigado a efetuar um disparo de arma de fogo, atingindo o agressor.

Diante do ocorrido, foi acionado o Samu para o atendimento médico,  mas o agressor não resistiu ao ferimento e morreu. Eduardo já possui ficha criminal extensa e histórico de violência.

Em seu prontuário  consta que no dia 12 de janeiro de 2016 ele adentrou no pelotão da Polícia Militar de São João Batista com um galão de gasolina e ateou fogo em uma das viaturas no pátio.

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome